Para reduzir despesas, governo venderá 57 imóveis da União em Brasília

Edital que prevê condições para venda dos imóveis está disponível no site da Caixa Econômica Federal

Para reduzir despesas, governo venderá 57 imóveis da União em Brasília
A Caixa Econômica Federal vai vender 57 imóveis da União. A informação foi publicada nesta segunda-feira (7/3) em edital de concorrência pública. São ofertados 24 apartamentos funcionais, duas casas e 31 terrenos, localizados no Distrito Federal, que valem R$ 152,4 milhões.

O edital está disponível no site do banco e contém prazos e regras para a apresentação de propostas, bem como preço mínimo de venda para cada imóvel. O objetivo da licitação é reduzir despesas e aumentar a arrecadação.

De acordo com a Caixa, o interessado deve formalizar a oferta com o preenchimento da Proposta de Compra de Imóvel, disponível no anexo do edital de concorrência pública, e entregar a proposta no endereço indicado no Aviso de Venda do edital, até 6 de maio. Além disso, é preciso efetuar o recolhimento de depósito em conta vinculada, a título de caução, no valor correspondente a 5% do valor do imóvel pretendido, limitado a R$ 10 mil.

Normas
A Caixa informou, também, que qualquer pessoa, física ou jurídica, pode participar da concorrência, desde que atenda às condições do edital. O interessado que fizer a melhor oferta, respeitando o preço mínimo de venda, é considerado o vencedor. A compra do imóvel poderá ser realizada à vista, com utilização do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), por financiamento ou por meio de contratação de empréstimos em qualquer instituição financeira.

A divulgação do resultado será em 17 de maio. O prazo para recurso vai até 24 de maio e a homologação do resultado da concorrência, no dia 25 do mesmo mês. O lançamento de outros editais ofertando mais 182 imóveis, em 21 estados, totalizando, assim, os 239 imóveis que o Ministério da Planejamento, Orçamento e Gestão está pondo à venda tem previsão de divulgação até o final de abril.