Liliane comemora os 44 anos de Ceilândia com Sessão Solene

A Administração de Ceilândia ficou lotada nesta sexta-feira, dia 27 de março, por moradores, lideranças comunitárias e autoridades que estiveram presentes na Sessão Solene proposta pela vice-presidente da Câmara Legislativa, deputada Liliane Roriz. A parlamentar ouviu os moradores e comemorou os 44 anos da cidade.

Liliane homenageou pessoas com ligações fortes com a cidade. E discursou para os presentes, lembrando a história do surgimento de Ceilândia. “em 1969, Brasília já tinha 79.128 favelados, que moravam em 14. 607 barracos, para uma população de 500 mil habitantes em todo o Distrito Federal. Na época, o então governador Hélio Prates criou um grupo para erradicar essas favelas, que logo depois se tornou uma Campanha de Erradicação das Invasões, a CEI, até que se chegasse ao assentamento propriamente dito dessas pessoas que necessitavam tanto de um lar, de dignidade, de ter o direito de escreverem suas histórias e de suas famílias”.

No entanto, muitos moradores de Ceilândia lembraram de Joaquim Roriz, ex-governador do DF por quatro vezes e pai de Liliane. “Sinto a força da nossa gente e me sinto mais forte com isso em apoiar e continuar levando o discurso de grandes políticos, como Hélio Prates e como Joaquim Roriz, que não se deram por vencidos com a falta de moradias para os moradores do DF, que não mandaram polícia para tirar ninguém de invasão alguma e que fizeram sim, grandes planos de assentamentos, mudando, de uma vez, o destino de tantas famílias, que antes estavam fadadas a serem apontadas como ‘faveladas’ e hoje estão aqui, como estão em Samambaia, no Recanto, no Riacho Fundo, no Varjão, na Estrutural, e em tantos outras cidades e não são ‘favelados’. São moradores!”, disse a parlamentar.

“Hoje, quando eu chego aqui e vejo o que aquelas famílias que estavam desacreditadas em se amontoando em barracos sub-humanos conseguiram fazer em apenas 44 anos, eu me emociono e sinto muito orgulho”, completou a vice-presidente da Câmara.