Novo sistema permite solicitação online de laudos de perícia criminal

Com o novo sistema, não será mais necessário solicitar presencialmente laudos e outros documentos periciais | Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

PCDF inova e facilita acesso ao serviço para a população que necessita de documentos periciais


Por Agência Brasília* | Edição: Débora Cronemberger

Em mais uma iniciativa pioneira, a Polícia Civil do DF (PCDF), por meio da Seção de Engenharia de Software do Instituto de Criminalística (SES/IC), elaborou uma nova solução de informática, desta vez voltada para a emissão de laudos e outros documentos periciais de modo eletrônico. O sistema eLaudo chega para trazer não apenas agilidade nos serviços prestados pela PCDF, mas principalmente para facilitar a vida do cidadão. A ferramenta é inédita no país – não se tem conhecimento de nenhum recurso assemelhado em outro instituto de criminalística no Brasil, e sua elaboração não teve nenhum custo extra para a sociedade.

Antes do novo sistema, para pode ter acesso a um laudo pericial, por exemplo, a pessoa interessada precisava ir presencialmente ao IC, onde preenchia um formulário de solicitação. Em seguida, se dirigia ao banco para o pagamento da taxa respectiva, retornava ao IC para apresentar o comprovante e só então seu pedido era efetivado. A partir daí, aguardava cerca de 30 dias até ter o documento emitido. No entanto, o usuário tinha de ficar ligando, ou até mesmo se dirigindo novamente ao instituto, a fim de checar se seu laudo já havia sido elaborado, o que lhe ocupava o tempo e gerava mais gastos.


Imagem: Divulgação/PCDF

“Agora, com o sistema eLaudo, o cidadão poderá realizar todos esses procedimentos de sua casa – ou de onde estiver – tudo por meio do navegador do próprio celular”, explica o diretor da Divisão Administrativa do IC/PCDF, Gustavo Bernardes. Com uma interface simples e intuitiva, o sistema e-Laudo vem para maximizar a satisfação do cidadão com o serviço prestado pela PCDF, que é um dos objetivos estratégicos da instituição. “O site foi pensado e desenvolvido para que uma pessoa leiga, com o mínimo de conhecimento, consiga utilizá-lo. O formato de aplicativo facilita seu uso”, informa Bernardes.

“Imagine uma pessoa que foi vítima de crime em Planaltina. Para obter um documento pericial, ela teria de vir de ônibus – cerca de 1h de viagem, gastando seus recursos -, solicitar o laudo no IC, dirigir-se ao banco, voltar ao instituto com o comprovante, retornar para casa e ficar ligando ao longo das semanas para saber quando o documento estaria pronto. Então, teria que novamente vir a Brasília para pegar o laudo. Com o sistema eLaudo, ela fará tudo de casa, de maneira prática, ágil e econômica”, esclarece o perito criminal da SES/IC Modestino André, um dos desenvolvedores do software.

“Na medida em que entendemos que essa solução era estratégica, tanto para a PCDF quanto para a população, ela entrou no ciclo de desenvolvimento do instituto, sendo elaborada em cerca de seis meses”, afirma Modestino.

O sistema eLaudo já está no ar e operando, e pode ser acessado neste link.

*Com informações da PCDF

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem