Consumo de aves e ovos aumenta durante a quaresma


Durante a Quaresma, a substituição da carne vermelha por peixes, ovos e frango impulsiona as vendas, mas os preços mais altos podem limitar as escolhas dos consumidores


Com a chegada da Quaresma, período de 40 dias que antecede a Páscoa, há um aumento significativo no consumo de aves e ovos. Os fiéis que seguem a tradição religiosa substituem a carne vermelha por esses alimentos, impulsionando as vendas no mercado.

Em 2023, a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) estima que o consumo de frango aumente em cerca de 10% durante a Quaresma. Já a Associação Brasileira dos Produtores de Ovos (ABPO) prevê um aumento de 5% no consumo de ovos.

Para 2024, a ABPA projeta um crescimento ainda maior no consumo de frango, de aproximadamente 15%. A ABPO também prevê um aumento de 7% no consumo de ovos.

O aumento da demanda por aves e ovos durante a Quaresma reflete a tradição religiosa de abstinência de carne vermelha. No entanto, os preços mais altos desses produtos podem limitar as escolhas dos consumidores.

Apesar dos preços mais altos, os comerciantes relatam um aumento significativo nas vendas durante a Quaresma. Pedro Silva, proprietário de uma peixaria, afirma que a demanda por peixes cresceu cerca de 30% em relação ao período anterior à Quaresma.

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem