Temporada de chuvas requer cuidados com raios e alagamentos


Brasil é o campeão mundial na incidência de descargas elétricas. Não andar em descampados, usar chinelos e se abrigar nos lugares corretos são atitudes simples que evitam tragédias


O Brasil é o campeão em incidência de raios no mundo. Em 2023, somente no Distrito Federal, foram mais de 213 mil descargas elétricas. O número foi 14% maior do que o registrado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) no ano passado, quando 187,4 mil raios atingiram o território da capital.

O período de chuvas intensas já começou na capital e há algumas atitudes que podem ser tomadas para evitar acidentes e tragédias. O major do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, Fábio Bohle, é do serviço operacional de informação pública e dá algumas dicas que podem ajudar durante esse período de chuvas intensas no DF.

"O CBMDF sempre alerta para qualquer perigo dos temporais que, além das descargas, podem trazer quedas de árvores, alagamentos e enxurradas. O melhor a se fazer para não se expor a esses perigos é: se puder evitar, não saia de casa e espere a chuva passar", destaca o bombeiro.

Para quem não tem a opção de esperar os temporais passarem, é importante evitar transitar embaixo de redes elétricas ou árvores, que podem atrair descargas elétricas. Isso porque quando ocorre um raio, a descarga procura o lugar mais alto em relação ao solo. "Por isso é crucial também evitar andar em lugares descampados, visto que a pessoa passa a ser uma antena para raio por ser a parte mais alta nessa área", explica Bohle.

Sombrinhas e guarda-chuvas não atraem raios, mas, por estarem abertos sobre o corpo, tornam-se as referências mais altas, dependendo do lugar, e podem acabar sendo o ponto de recepção da descarga elétrica.

Para-raios

Áreas com piscinas, praias ou, no caso da capital, lagos, também devem ser evitados. O ideal é procurar um comércio ou uma edificação segura que não tenha estruturas metálicas, que podem ser condutores de eletricidade.

Em apartamentos, por exemplo, é aconselhável ficar longe de janelas com estrutura metálica. É essencial instalar antenas para-raios, que são diretamente aterradas ao solo, não comprometendo a rede elétrica da residência.

Evitar o uso de eletrônicos durante os temporais, deixando os aparelhos fora da tomada é outra medida que pode trazer mais segurança ao lar. Assim como se certificar que extensões não estejam em contato com a água e, na hora de comprar as réguas, dar preferência às que têm fusíveis de emergência que já desligam em caso de sobrecarga.

Algumas atividades, como tomar banho e passar roupas, devem ser feitas com proteção nos pés, sem estar descalço.

Direção na chuva

O militar também ressalta que não se deve tentar atravessar enxurradas, porque não há como medir ou lutar contra a força da água. Além de comprometer o veículo, a pessoa pode acabar ficando presa.

A lama da água pode ocultar obstáculos, como bueiros abertos e valas que podem ter sido abertas durante a chuva, podendo sugar o veículo. Evitar pontes, margens de córregos e lagos é uma escolha mais segura para o condutor.

"Não há noção de quanto volume o temporal vai descarregar. Nos casos de a pessoa se encontrar retida pela água, o veículo é a parte mais segura em que ela pode estar. Ela deve acionar o 193 e aguardar o socorro chegar", aconselha o bombeiro.

Bohle também alerta para casos de acidentes envolvendo colisões em redes elétricas. Ele afirma que não se deve encostar nas partes metálicas dos veículos. Ademais, o principal é reduzir a velocidade e manter distância segura de outros veículos. Em lugares com visibilidade baixa, ligar o pisca-alerta e, se possível, parar em um local propício para esperar o temporal passar.

Além dos Bombeiros pelo telefone 193, se houver ameaça de desabamento de estruturas é possível contatar a Defesa Civil pelo 199. O órgão envia alertas sobre fortes chuvas por SMS para a população. Para receber os alertas, basta enviar um SMS com o CEP da residência para o número 40199.

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem