FCO Rural tem mais de R$ 77 milhões aprovados em novembro

Valor será para propriedades rurais em 40 municípios goianos que, em contrapartida, aplicarão R$ 10,5 milhões de recursos na produção de soja e milho e na bovinocultura de corte e leite - Foto: Wenderson Araujo/Trilux
Valor será para propriedades rurais em 40 municípios goianos que, em contrapartida, aplicarão R$ 10,5 milhões de recursos na produção de soja e milho e na bovinocultura de corte e leite - Foto: Wenderson Araujo/Trilux

Investimentos do FCO Rural beneficiam propriedades rurais em 40 municípios goianos


Agência Cora Coralina de Notícias by Kattia Barreto

Em sua 395ª reunião, realizada na quinta-feira (30), a Câmara Deliberativa do Conselho de Desenvolvimento do Estado (CDE) aprovou 61 cartas-consulta, autorizando a captação de R$ 77,3 milhões da linha rural do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO Rural).

O valor será destinado a propriedades rurais localizadas em 40 municípios goianos que, em contrapartida, aplicarão R$ 10,5milhões de recursos próprios em atividades de produção de soja e milho e na bovinocultura de corte e leite.

FCO Rural

Os municípios de Jataí e Mineiros, no Sudoeste do estado, receberão a maior fatia de investimentos, que, no geral, serão destinados, principalmente, a matrizes, máquinas e implementos, além de correção de solos.

A expectativa é de que, com o investimento, 97 empregos diretos sejam criados, nas propriedades que, em sua maioria, são de pequeno e pequeno-médio portes.

Para a superintendente de Produção Rural, Patrícia Honorato, que representou a Seapa na reunião do CDE, o FCO Rural desempenha um papel crucial no impulsionamento do desenvolvimento econômico e social de Goiás.

"Os recursos aprovados, aliados à contrapartida dos proponentes, totalizando mais de R$ 87 milhões em investimentos, têm o potencial de gerar impactos substanciais nas atividades agrícolas, contribuindo não apenas para o fortalecimento dos empreendimentos rurais, mas também para o impulsionamento de toda a economia local", destaca Patrícia.

Saiba mais

O Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) foi criado pela Constituição Federal de 1988 e regulamentado pela Lei nº 7.827, de 27/09/1989. Objetivo é promover o desenvolvimento econômico e social de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, por meio de financiamentos de atividades produtivas.

É dividido em duas modalidades, FCO Empresarial e FCO Rural, abastecidas com recursos provenientes de alíquotas de 0,6% do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), bem como dos retornos dos financiamentos.

Podem pleitear recursos do FCO: produtores rurais e empresas, pessoas físicas e jurídicas, e cooperativas de produção.

Os números citados não incluem projetos na Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride). A Câmara Deliberativa do Conselho de Desenvolvimento do Estado (CDE) analisa propostas de financiamento acima de R$ 500 mil.

Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem