Não há linhas de chegada para o bem-estar animal

 *Por Dra. Sara Reichelt, Diretora de Bem-Estar Animal e Sustentabilidade, Aviagen América do Norte

Dra. Sara Reichelt, Diretora de Bem-Estar Animal e Sustentabilidade da Aviagen na América do Norte dedicou sua carreira a uma causa pela qual é apaixonada – a melhoria contínua no manejo e o cuidado que leva a níveis mais elevados de sanidade e bem-estar das aves, acompanhando a sustentabilidade. Este ano, em janeiro, na Feira Internacional de Atlanta (IPPE), Sara fez uma apresentação intitulada: "Não há linhas de chegada para o bem-estar animal", e neste artigo ela explica a história e as razões desse tema.

 


O que é o bem-estar animal?

O termo bem-estar animal refere-se aos estados físicos, mentais, emocionais e coletivos de um animal. Significa garantir que todas as suas necessidades sejam atendidas, inclusive a nutrição, água, local, meio ambiente e necessidades mentais. Embora nunca possamos conhecer o verdadeiro estado mental ou emocional de uma ave, através de todas as suas necessidades físicas nos esforçamos para estimular estados mentais e emocionais positivos. A Organização Mundial de Saúde Animal (OMS) considera um animal com bom estado em bem-estar animal se estiver "saudável, confortável, bem nutrido e capaz de expressar comportamento inato, sem sofrer dor, medo ou aflição". Na Aviagen, esse é o estado de bem-estar animal que todos nós buscamos.

 

Onde tudo começou?

O bem-estar animal não é novidade. Embora não saibamos a linha do tempo exata de quando o conceito começou, a primeira referência conhecida da história remonta a 800 a.C. na Índia, quando a Doutrina Ahimsa introduziu o Pashu Ahimsa, que é a ideia de não violência a todos os seres vivos. Mais tarde, em uma cultura diferente em 530 a.C., o filósofo grego Pitágoras, do qual muitos estudantes de matemática já ouviram falar, ensinou a filosofia de ser gentil com os animais. Avançando rapidamente para os tempos modernos, as Cinco Liberdades que ainda hoje atribuímos foram escritas pela primeira vez no Relatório Brambell em 1965, e, em 1994, os Cinco Domínios do Bem-Estar Animal (nutrição, meio ambiente, saúde, comportamento e mentalidade) foram introduzidos para ajudar a orientar o bem-estar animal. Como você pode ver, assim como não há linhas de chegada, também não há um começo claro. O bem-estar animal sempre foi e sempre será importante para a sociedade por vários motivos.

 

A importância do granjeiro

O Grupo Aviagen fez da "Importância de manejo e do granjeiro" um dos nossos 5 principais compromissos corporativos – e por um bom motivo. De acordo com o Conselho de Bem-Estar Animal (FAWC), o granjeiro é o fator de influência mais importante no bem-estar dos animais. Os três fundamentos do granjeiro são o conhecimento e habilidades no manejo das aves, e suas qualidades pessoais. O terceiro fundamento está relacionado com afinidade e empatia com os animais, dedicação e paciência. Não é necessariamente uma habilidade que possa ser ensinada, mas sim uma paixão natural e o amor pelos animais, e é uma qualidade que a Aviagen busca ao contratar pessoas para cuidar das nossas aves. Entre os responsáveis pelas nossas aves estão nossas equipes de granjas, sanitaristas e muitas outras, que dedicam o seu tempo e energia para garantir que as nossas aves se desenvolvam de forma favorável ao bem-estar.

 

O papel da inovação e da pesquisa

A nossa indústria avícola está evoluindo a um ritmo incrível e as inovações do setor estão acompanhando essa evolução. Desde as tecnologias para avaliar e prever o comportamento e as enfermidades na granja, a análise de ressonância magnética dos ovos para melhorar a saúde dos pintinhos, até a determinação do sexo do embrião in ovo, através de imagens hiperespectrais, muitos avanços importantes estão surgindo. A Aviagen tem um histórico de alavancagem de tecnologia no setor de melhoramento genético que tem feito grande diferença na saúde e no bem-estar das aves. Por exemplo, a tomografia computadorizada e as medições do oxímetro oferecem uma riqueza de dados sobre características da saúde, para fortalecer os critérios de seleção para a obtenção da melhor aptidão esquelética/perna e da função cardiovascular, influenciando o bem-estar e a viabilidade. As metas de reprodução amplas e balanceadas da Aviagen abrangem mais de 50 características, incluindo muitas de saúde e de bem-estar animal. 

 

De mãos dadas com a sustentabilidade

Faz muito sentido que o bem-estar e a sustentabilidade das aves estejam perfeitamente conectados. Nossos estudos mostram repetidamente que as aves bem manejadas – em um galpão seguro, climatizado e controlado, com nutrição bem equilibrada, água limpa e o acesso a excelentes cuidados veterinários – produzem uma ampla gama de benefícios em sustentabilidade. As aves são mais eficientes na alimentação e têm maior viabilidade, maior rendimento de carne e melhor desempenho reprodutivo – todas características que beneficiam a sustentabilidade econômica dos produtores, bem como do nosso planeta.

 

Responsabilizando uns aos outros

Como vamos saber se estamos agindo corretamente com as nossas aves? Como mencionado anteriormente, com "qualidades pessoais" apropriadas, os produtores desenvolvem instintos que indicam quando as suas aves estão prosperando e quando precisam de atenção extra. Eles saberão olhar para os Principais Indicadores de Bem-Estar (PIBEs), como o consumo de ração e água, a qualidade do ar e da cama e o ganho de peso diário.

Além dessas verificações de rotina, é importante reconhecer o valor das auditorias de bem-estar por auditores certificados. Na Aviagen América do Norte, como parte do nosso programa formal de auditoria de bem-estar global, os nossos lotes passam por auditorias internas oficiais e auditorias externas por um órgão certificado e rotativo. Muitos dos nossos colaboradores possuem certificações profissionais de auditores animais e, em 2020, iniciamos um treinamento virtual interno para proporcionar aos colaboradores a oportunidade de entender melhor a visão geral em bem-estar animal. O objetivo deste treinamento é ajudar os nossos colaboradores a se sentirem mais confortáveis com "o quê" e "o porquê" do bem-estar animal. É importante, não somente para que os nossos colegas pratiquem o bem-estar animal, mas também para que entendam.

Além de um profundo treinamento, adotamos medidas importantes para mostrar o nosso compromisso com o bem-estar das aves. Nomeamos um especialista em Compliance de Bem-Estar e um Diretor de Bem-Estar e Sustentabilidade para a América do Norte. Os nossos especialistas em bem-estar americanos têm reuniões de rotina com as equipes de granjas e incubatórios periodicamente, para garantir que os padrões sejam atingidos e superados. Um desenvolvimento recente que continuaremos a aplicar são os painéis de bem-estar voltados para a nossa liderança. Eles mostram o compromisso dos nossos gestores em toda a empresa, ao mesmo tempo em que levam todos os colaboradores da Aviagen na América do Norte a participarem das discussões.

Em nível global, no Grupo Aviagen, uma equipe chave de especialistas locais e globais em bem-estar animal se reúne regularmente sob a orientação dos nossos gestores globais da área: Anne-Marie Neeteson e Tim Burnside. A Equipe Global de Bem-Estar Animal trabalha em conjunto sob a orientação de fortalecer o nosso programa de bem-estar animal e desenvolver os nossos já elevados padrões de bem-estar em todo o mundo.

 

O futuro do bem-estar

Com tudo o que já alcançamos, ainda não estamos plenamente satisfeitos porque, como dito anteriormente, não há linhas de chegada em relação ao bem-estar animal! Temos muito a trabalhar para fortalecer a cultura de bem-estar animal em nossa empresa e em nossa indústria. Temos que fazer parte do crescimento em termos de comunicação e transparência, ao mesmo tempo em que devemos continuar com a mente aberta para abraçarmos as novas pesquisas e tecnologias. O bem-estar animal não é uma meta final, mas sim uma jornada em constante evolução de pessoas que construíram carreiras, fazendo a diferença em prol do bem-estar animal e da sustentabilidade das aves para as gerações atuais e futuras.

Postar um comentário

0 Comentários