A unidade de saúde atendeu a demanda de pacientes do município e da região

 

Foto: Divulgação

O Hospital Estadual de Trindade (Hetrin) realizou recentemente um mutirão de procedimentos cirúrgicos. Durante a ação, 48 intervenções foram realizadas, dentre elas a retirada de lesões de pele. A iniciativa foi organizada pela diretoria, em conjunto com a equipe de colaboradores do hospital, que atua sob a gestão do Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED).

 

Para a diretora da unidade, Vânia Fernandes, o propósito da ação foi atender pacientes que estavam aguardando por essas cirurgias. “Nossa unidade é referência nesse tipo de atendimento e ficamos felizes em fornecer um serviço de qualidade à população que nos procura e confia no trabalho da nossa equipe”, complementa.

 

Os procedimentos realizados foram aqueles passíveis de serem feitos em ambiente ambulatorial, com anestesia local e equipamentos e técnicas menos complexos. Entre eles estão a retirada de lesões de pele e de partes moles (tumores benignos de gordura chamados lipomas). O primeiro paciente a ser beneficiado foi Arthur Lima de Jesus, de nove anos, que retirou um cisto do lado esquerdo do ombro. A criança e a família moram no Jardim Ipanema, município de Trindade. O pai do menino, Edino Pereira de Lima, relatou estar muito feliz com o procedimento, “Nós chegamos aqui cedinho e ele foi o primeiro a ser atendido; o médico e a equipe foram atenciosos, nosso filho foi corajoso e correu tudo bem”.

Suelia Darc Quintiliano Cruvinel, de 56 anos, autônoma também residente em Trindade, relatou que, apesar de sentir medo de agulha, o procedimento foi tranquilo. “Eu retirei alguns nódulos, achei que o procedimento foi rápido, a equipe me atendeu perfeitamente bem, me senti confortável. Se fosse preciso eu voltaria tranquilamente na unidade para realizar outro procedimento”, relata a paciente.

O médico cirurgião Victor Alexander Fialho Rocha, responsável por realizar os procedimentos, ressalta a importância esse tipo ação para a população na unidade de saúde “Existe uma alta demanda, geralmente são lesões que incomodam muito por prejuízo funcional ou estético e o mutirão agiliza a solução desses problemas”, finaliza.

 

Assessoria de Comunicação - Hospital Estadual de Urgências de Trindade (Hutrin)

Camila Braunas - camila@ecco.inf.br