AgroBrasília é referência na demonstração dos benefícios da estratégia de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF)

Na AgroBrasília, o público – produtores, alunos, projetistas, técnicos de assistência ao campo, agentes bancários – de todo o Brasil terá a chance de entrar em contato com a vitrine tecnológica de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), conhecendo ou atualizando conhecimentos sobre o tema




No Parque Tecnológico Ivaldo Cenci, sede da Feira, a área de ILPF é considerada uma das Unidades de Referência Tecnológica (URT) em ILPF do Centro-Oeste do País. Na edição de 2022, que ocorre de 17 a 21 de maio, os visitantes podem participar do tradicional Dia de Campo, marcado para o dia 20 de maio, e, nos outros dias da AgroBrasília, conhecer o sistema por meio do Circuito Tecnológico de ILPF.

O Dia de Campo e o circuito são realizações conjuntas da AgroBrasília, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Cerrados), da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) e da Superintendência Federal de Agricultura (SFA-DF). Contam também com o apoio de instituições de ensino.

O vice-presidente da AgroBrasília e coordenador do circuito ILPF, Marconi Borges, adianta que a organização da Feira espera até 300 participantes no Dia de Campo. Ainda não foi definido se as inscrições serão feitas antecipadamente ou no dia – decididas, as informações serão amplamente divulgadas. “O que se pretende mostrar no Dia de Campo é a economicidade do sistema ILPF na produção de leite. O público poderá conferir o manejo do gado leiteiro, pastagens alternativas e melhoria da genética dos animas. Nos outros dias, quatro universidades recebem os visitantes no local e divulgam informações sobre o tema, com demonstrações”, explica.

O campo demonstrativo de ILPF na AgroBrasília tem cinco hectares, com diversas espécies e culturas, em diversos arranjos – eucalipto; estilosantes com capim já existente; guandu com capim já existente; milho com capim já existente; capiaçu; sorgo com capim e guandu; milho com cana-de-açúcar; milho com panincum; milho com capim e guandu, e milho com integra.

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta é uma estratégia de produção baseada na utilização de diferentes sistemas produtivos, agrícolas, pecuários e florestais, dentro de uma mesma área. Essa utilização pode ser feita em cultivo consorciado, em sucessão ou em rotação, e tem como objetivo tornar mais eficiente o uso da terra, por meio da elevação de patamares de produtividade em um mesmo lugar, da melhor utilização de insumos, da diversificação da produção.

Os dados mais recentes sobre a disseminação de sistemas ILPF no Brasil provêm de uma pesquisa de adoção na safra 2015/2016, encomendada pela Associação Rede ILPF e realizada por Kleffmann Group. De acordo com o levantamento, os sistemas ILPF eram adotados em 11,5 milhões de hectares no Brasil, dos quais mais de 80% estavam configurados como ILP, ou sistema agropastoril. Em 2020, a estimativa era a de que os sistemas fossem usados em até 18 milhões de hectares. Da safra 2015/2016 até a safra de 2020/2021, o aumento estimado foi de 52% de áreas com ILPF em território nacional.

Cabe ressaltar que ILPFs são estratégias tecnológicas ambientalmente sustentáveis, fundamentais à mitigação das mudanças climáticas no planeta. De 2010 a 2015, por exemplo, o aumento de 5,96 milhões de hectares de ILPFs no País foi responsável pelo sequestro de 21,8 milhões de toneladas de CO2eq, sigla que significa “equivalente de dióxido de carbono”. E esses sistemas são, de fato, ferramentas do Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC+), do governo brasileiro, com operação do Ministério da Agricultura, que não por acaso é um dos maiores parceiros da AgroBrasília na realização de atividades voltadas a ILPF.

Coordenador de Sistemas Agropecuários Sustentáveis do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação do Mapa, o engenheiro agrônomo Elvison Nunes Ramos fala da importância que o ministério atribui à iniciativa: “O estabelecimento de parcerias é o caminho para podermos viabilizar a ampliação do desenvolvimento sustentável na agropecuária brasileira. Somente assim serão encontrados caminhos viáveis que incluam todos os segmentos do agro, o que é fundamental para disseminação dessas ferramentas em um país de dimensões continentais como o Brasil”.

Venha para a AgroBrasília 2022

A AgroBrasília assume em 2022 o formato híbrido. As atividades presenciais ocorrem no Parque Ivaldo Cenci, no PAD-DF (no Km 5 da BR 251, sentido Brasília-DF/Unaí-MG), a cerca de 70 km do aeroporto de Brasília. As atividades virtuais podem ser acompanhadas pela plataforma https://digital.agrobrasilia.com.br/.

A Feira é uma realização da Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (Coopa-DF), com o apoio da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal (Seagri-DF), da Emater-DF e da Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF).

Participe de mais um sorteio da campanha “Você na AgroBrasília”. Desta vez prêmio é um kit de facas para queijos, com a marca da AgroBrasília.

Para participar, é simples. Poste uma foto sua na roda de trator gigante que fica no Parque Ivaldo Cenci, onde ocorre a Feira, observando as seguintes instruções:
- publique a foto nos seus stories e marque a AgroBrasília
- curta a foto oficial no nosso perfil e marque 2 pessoas

O sorteio ocorrerá em 16 de maio, um dia antes do início da Feira, que será realizada do dia 17 ao dia 21.

Postar um comentário

0 Comentários