Soluções em irrigação prometem ser destaque na TecnoShow, em Rio Verde (GO)

Com o avanço da agricultura irrigada no Brasil, produtores buscam novidades e conhecimento sobre sistemas existentes. A Pivot, líder nacional na comercialização de produtos e serviços para irrigação, está entre 600 expositores da maior feira de tecnologia rural do Centro-Oeste


Após um hiato de dois anos, devido à pandemia da Covid-19, nesta próxima segunda-feira (4 abril) será aberta em Rio Verde (GO), a 19ª edição da TecnoShow, a maior feira de tecnologia rural do Centro-Oeste Brasileiro, e um dos maiores eventos do agronegócio do País. A previsão dos organizadores é receber mais de 115 mil visitantes até o dia 8 de abril e movimentar mais de R$ 3,4 bilhões em negócios.

Organizada anualmente pela a Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (Comigo), a TecnoShow já se consolidou como um polo de desenvolvimento e lançamentos de novas tecnologias agrícolas, atraindo expositores do Brasil inteiro e até do exterior. Com a ampliação de sua área, que passará de 60 para 65 hectares de área montada, a feira espera reunir mais de 600 expositores. Além da apresentação de produtos e serviços, a TecnoShow traz também uma extensa programação de palestras com especialistas de renome nacional e internacional.

Entre as grandes marcas do agronegócio brasileiro que já confirmaram presença no evento está a Pivot, líder na comercialização de sistema de irrigação e maquinários agrícolas. A empresa goiana é uma das autorizadas no Brasil das multinacionais Case IH, líder mundial no desenvolvimento e montagem de tratores, colheitadeiras e pulverizadores agrícolas; da Zimmatic, marca líder internacional no desenvolvimento de tecnologias de irrigação; e da NaanDanJain, referência internacional em tecnologias de irrigação por gotejamento e aspersão. “A nossa equipe estará atuando em dois estandes da TecnoShow. Um exclusivo para a exposição de produtos e serviços para irrigação e outro em que estaremos como convidados, montado pela própria CASE IH, da qual somos um dos seus parceiros aqui no Brasil”, explica Cauê Campos, CEO da Pivot.

Irrigação
As soluções em irrigação prometem ser um grande destaque na TecnoShow, haja visto o forte crescimento de áreas de agricultura irrigada no Brasil. Para se ter uma ideia, segundo Dados do Atlas de Irrigação 2021 da Agência Nacional de Águas (ANA), o país registrou um crescimento anual de 4% de sua área irrigada entre 2012 e 2019, chegando ao acréscimo de 216 mil hectares irrigados a cada ano.

Segundo o gerente corporativo de irrigação Tiago Villani, a Pivot trabalha atualmente com todos os sistemas de irrigação existentes como pivôs centrais, por aspersão e o gotejamento que pode ser utilizado em áreas de qualquer tamanho e em qualquer tipo de cultura. “O sistema de irrigação de gotejamento é baseado na aplicação de gotas de água diretamente na planta, de maneira superficial, ou através do gotejamento enterrado, que é o mesmo processo, porém feito diretamente na raiz da planta”, completa o gerente, ao destacar que a Pivot, por meio de equipe de consultores técnicos, busca sempre oferecer o sistema de irrigação ideal para cada tipo de produtor.

Nova tecnologia
Durante a TecnoShow, a Case IH irá apresentar uma das suas mais recentes tecnologias: o pulverizador Patriot 250 Sugar Cane Special. O equipamento desenvolvido exclusivamente para a cultura de cana de açúcar conta com design projetado exclusivamente para atender as necessidades do mercado sucroalcooleiro, oferece opção de pneus de alta flutuação que trazem menor compactação do solo e melhor dirigibilidade para o operador. O novo sistema de estabilização eletrônico de barras permite ao equipamento trabalhar com apenas um lado das barras abertas, e aumenta em 35% a estabilidade durante a aplicação.

“Após esses dois anos sem a realização da feira, acredito que não só a expectativa de nós expositores mas também dos produtores é grande em voltar a ter esse contato direto com as novidades em tecnologia e pesquisas agro. Mais do que uma oportunidade de fazer muitos e bons negócios, o ganho maior é esse contato direto com o produtor, é ouvir e conhecer suas demandas do dia a dia, afinal, é a partir desse contato que sai muitas das soluções que oferecemos para o agronegócio”, destaca Cauê.

Postar um comentário

0 Comentários