Produtores devem ficar atentos às novas tecnologias para evitar perdas e conseguir máximo aproveitamento na nutrição do gado


A suplementação é uma necessidade consolidada na produção brasileira. Ela é indispensável para a pecuária de corte e leite, pela comum deficiência de nutrientes na pastagem. Além de suprir as falhas nutricionais, a suplementação garante que o bovino alcance o objetivo de desempenho almejado. Justamente pela precisão e pelo reflexo positivo na produtividade que esses produtos são escolhas certas dos pecuaristas. Entretanto, o consumo abaixo do indicado no rótulo pode dificultar a amplitude desses benefícios.

Essa situação é expressa em dados: de acordo com dados da Associação Brasileira das Indústrias de Suplementos Minerais (ASBRAM), todo volume de suplemento vendido no Brasil – contando com a quantidade de consumo conforme indicação no rótulo do produto – daria para suplementar apenas 40% do rebanho nacional, estimado hoje em pouco mais de 218 milhões de cabeças. Especialistas do mercado, porém, confrontam essa estimativa, colocando que a vivência no campo demonstra que a maioria dos pecuaristas fornece sim algum tipo de suplemento. Então, por que essa conta não fecha?

O cocho pode ser a resposta. “Há, notadamente, um investimento em suplementação, porém o resultado fica aquém do esperado pelo baixo consumo e desperdício. Isso tem relação com a infraestrutura da fazenda, ou seja, como essa tecnologia da nutrição está disponível aos animais”, pontua Letícia de Souza Santos, Responsável Técnica da Minerthal.

A profissional elenca os três erros mais facilmente encontrados:  cocho vazio, por vezes pela dificuldade de acesso ou o funcionário não ter tempo para abastecer; posicionamento do comedouro, caído ou quebrado; e cocho molhado por ações de chuvas e ventos - situação comum, que significa desperdício de suplemento.

“Esses fatores são pontos de atenção que o produtor deve ter porque vão influenciar diretamente no consumo integral, com reflexo direto no aproveitamento e produtividade do gado”, menciona a Responsável Técnica.

Para driblar esses desafios, a Minerthal possui uma linha de suplementos minerais em forma de blocos retangulares, chamada MinerBlock®. A solução traz diversas vantagens ao produtor, como, por exemplo, a baixa frequência de reposição de suplemento, diminuindo os custos com mão de obra e dando agilidade nesse processo; fácil utilização, uma vez que é necessário apenas retirar o produto do plástico e colocá-lo em cocho a disposição dos animais; e a possibilidade de mudança no local de fornecimento do suplemento, facilitando o manejo.

Outro benefício do produto é que, por conta do seu formato em bloco retangular, as perdas causadas por chuva e vento são reduzidas em comparação com o suplemento em pó convencional. O resultado é um menor desperdício de produto e maior preservação da composição nutricional.

“No período de chuvas, é necessário destacar a segurança por intoxicação por ureia que esta linha traz. O produto deve ser fornecido em cochos em que há drenagem da água. Assim, a chuva bate no produto e escorre, evitando que os nutrientes sejam levados e que haja ureia diluída em água”, adiciona Letícia.

A Responsável Técnica pontua, ainda, que o sabor atrativo do MinerBlock® se dá devido à presença de melaço de cana-de-açúcar, farelos e sal branco. “Aliando a dureza com o sabor atrativo, há consumo homogêneo do produto”, explica.

A tecnologia desenvolvida pela Minerthal foi testada e aprovada por renomadas instituições de pesquisa, como a parceria realizada com a Universidade de São Paulo (USP). Os resultados e os testes em campo comprovaram evolução dos índices zootécnicos na cria, recria e engorda de bovinos em sistema de pastejo.

Atualmente, a linha MinerBlock® conta com seis produtos, sendo eles:  MinerBlock® MD (suplemento mineral aditivado); MinerBlock® Cria MD (suplemento mineral aditivado); MinerBlock® Proteico Águas (suplemento mineral proteico); MinerBlock® Proteico Seca (suplemento mineral proteico); MinerBlock® Cria Proteico (suplemento mineral proteico) e MinerBlock® Creep (suplemento mineral proteico energético).

“É um portfólio completo dedicado a auxiliar os pecuaristas a contornar os desafios presentes na rotina diária das fazendas. Problemas como falta de estrutura de cocho, dificuldades de acesso aos locais de fornecimento de suplementos e intempéries de clima podem ser minimizados optando pela suplementação em bloco”, finaliza Letícia.

Sobre a Minerthal

A Minerthal Produtos Agropecuários, fundada em 1973, atua em âmbito nacional, levando ao mercado uma linha completa de produtos capaz de suprir as necessidades dos pecuaristas nos sistemas produtivos de pecuária de corte (cria, recria e/ou engorda e confinamento), pecuária de leite e indústrias ligadas à pecuária, em qualquer época do ano.

Mais informações: www.minerthal.com.br.