Starrett troca plástico por papelão nas embalagens de Serra Manual e eliminará o consumo de 7,9 toneladas do material ao ano


Com foco na responsabilidade ambiental e comprometimento com o desenvolvimento sustentável pela planta brasileira, a Starrett, uma das maiores fabricantes de serras, ferramentas e instrumentos de medição do mundo, inicia a substituição do plástico em suas embalagens por materiais mais ecológicos em toda a sua linha de produtos. A iniciativa teve início com a Serra Manual, o que reduzirá em cerca de 25% as emissões de CO2 e eliminará o consumo de 7,9 toneladas de plástico ao ano.

O plástico antes utilizado, embora possa ser 100% reciclável, leva cerca de 400 anos para se decompor no meio ambiente e pode acarretar em sérios impactos no solo, vida terrestre e marinha, além de contribuir para o entupimento de galerias de águas pluviais caso não sejam descartados da forma correta. Com relação ao papelão, o tempo de decomposição ocorre entre 3 e 6 meses.

“Além da alteração do material da embalagem de Serra Manual, foi possível otimizar e reduzir a cubagem da embalagem do produto durante o desenvolvimento, detalhe que aumentou a eficiência do transporte e impactou diretamente na pegada de carbono do produto em seu ciclo de vida, gerando redução nas emissões de CO2 em 25%”, explica o engenheiro de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da Starrett, Rodolfo Garcia.

O engenheiro, que está à frente das ações de sustentabilidade da empresa, afirma que o foco é a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável dos produtos e processos. No entanto, a ação também colabora para a competividade da Starrett no mercado internacional, especialmente o Europeu. Até 2025, as embalagens que são exportadas devem ser livres de plásticos, facilmente recicláveis ou compostáveis. “A Starrett já se antecipou à essa demanda”, afirma Garcia.

“Para nós, da Starrett, é um orgulho saber que os olhos do mundo estão se voltando, finalmente, para este tema tão importante e que já possuímos ações concretas em curso e, agora, seguimos reforçando os movimentos, assumindo, em nosso segmento, a posição de pioneirismo e liderança em temas tão essenciais. As ações contam mais do que o discurso e, desta forma, temos a responsabilidade em auxiliar o setor a evoluir cada vez mais nos cuidados com o nosso planeta”, avalia o diretor comercial LATAM da Starrett, Leandro Oliveira da Cruz.

Outra novidade na embalagem da Serra Manual é uma abertura que possibilita o consumidor visualizar e tocar os dentes da serra. 

Novas embalagens em aprovação

Outra embalagem que está em fase de desenvolvimento é para a linha de Serra Copo. A expectativa é que, até fevereiro deste ano, ela também já esteja no mercado seguindo os princípios de embalagens mais sustentáveis, de acordo com o engenheiro de Desenvolvimento de Produtos da Starrett, Fabio Paes de Oliveira. Ele acrescenta que as próximas adequações serão nas serras Tico Tico e Sabre, ainda no primeiro semestre de 2022.

A iniciativa faz parte de uma série de ações de sustentabilidade que a Starrett tem realizado ao longo dos anos e o desenvolvimento de embalagens mais ecológicas está alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Os ODS são uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas (ONU) sobre o Desenvolvimento Sustentável, em setembro de 2015, composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidas até 2030. Com esta substituição das embalagens, a Starrett contribui com a aplicação de dois objetivos: 9 (Indústria, Inovação e Infraestrutura) e o 12 (Consumo e Produção Responsáveis).

Em prol do meio ambiente

Os últimos anos foram marcados por uma série de práticas em prol do meio ambiente que a Starrett já realiza e planeja continuar com mais intensidade. Em setembro de 2021, por exemplo, a empresa realizou o plantio de árvores nativas na sua área interna de preservação ambiental, bem como a distribuição de mudas para seus colaboradores. O plantio faz parte da proposta de revitalização de suas áreas verdes com base em um estudo realizado por um engenheiro ambiental especializado em preservação do meio ambiente.

Também no final do ano passado, a empresa ofereceu apoio ao projeto “Adote uma Nascente”, idealizado pela Prefeitura de Itu (SP), que realiza o reflorestamento das Áreas de Proteção Permanentes (APPs) em nascentes. A contribuição da Starrett ao projeto foi o plantio de 650 mudas de árvores nativas.

A Starrett também mantém parceria com a Cooperativa de Materiais Recicláveis de Itu (COMAREI) desde 2014 com a contratação de serviços da cooperativa para o descarte correto de todos os seus recicláveis, além de oferecer palestras sobre Segurança do Trabalho, formação da equipe de Brigada de incêndio, entre outras ações. A COMAREI realiza três coletas por semana na empresa gerando mais de 2 mil quilos por mês de resíduos recicláveis.

“Sempre tivemos como um dos pilares, a preservação do meio ambiente e estamos bastante satisfeitos que, a cada dia, isto vai tomando mais corpo. Há algum tempo, criamos na Starrett, a área de sustentabilidade, focando, exclusivamente, a pegada verde, em que temos uma equipe olhando e analisando os produtos e processos internos e externos, interagindo com outras empresas, sempre visando agregar aos negócios ações que contribuam ao meio ambiente”, pontua o diretor comercial da Starrett, Cláudio Luis Guarnieri.

Sustentabilidade também é inovação

Além destas práticas sustentáveis, a empresa, seguindo o seu DNA de inovação, segue investindo em P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) no Brasil para prosseguir na criação de tecnologia de última geração. Para isso, a empresa tem alicerçado esse olhar no ambiente da digitalização da indústria, também denominada indústria 4.0, como uma transformação tecnológica em 360 graus.

Diante disso, a Starrett criou o Comitê de Inovação que funciona como um receptor das ideias de inovação e tem a função de direcioná-las em uma espécie de triagem para, depois, seguir com a efetiva concretização delas. Entre as ideias já implantadas está a colocação de QR Code nas serras de fitas para metais, com acesso ao Mundo Starrett. Essa entrada virtual ao universo da empresa permite aos consumidores o acesso às informações e características dos produtos, ao cadastro gratuito em treinamentos, ao software PowerCalc, além da possibilidade de inscrição no programa de relacionamento da Starrett S-Live.

Por meio do QR Code, o cliente também acessa a área técnica da Starrett pelo canal Técnico OnLine, que facilita e prioriza o atendimento por parte da equipe de assistência técnica da companhia. Nesta plataforma, a empresa disponibilizou catálogos, serviços, cursos online, além de funcionar como canal direto com a equipe técnica.

Sobre a Starrett

A Starrett, uma das maiores fabricantes de serras, ferramentas e instrumentos de medição do mundo, teve início nos Estados Unidos, em 1880, quando Laroy S. Starrett inventou o esquadro combinado. No Brasil suas operações começaram em 1956. Hoje, a Starrett conta com fábricas na Carolina do Norte e Carolina do Sul, nos Estados Unidos, Escócia, China e em Itu, no Brasil. A empresa produz mais de cinco mil produtos, tais como lâminas de serras de fita para corte de metais, madeira e carne, ferramentas de precisão e instrumentos de medição. Os produtos Starrett são vendidos em mais de 100 países por meio de uma rede de distribuidores atendendo a uma variada gama de segmentos que vai desde ferramentas para a indústria automobilística, aviação, marinha, até equipamentos agrícolas, ferramentas para trabalhos manuais (faça você mesmo!) para construtores, carpinteiros, encanadores, eletricistas etc.

Mais informações, acesse: www.starrett.com.br

Postar um comentário

0 Comentários