Com uma das maiores áreas irrigadas do País, Paracatu se destaca na produção agrícola

Para potencializar a vocação econômica para agricultura, prefeitura e associação de produtores rurais realiza primeira edição da AgroParacatu. Além de cursos, palestras e seminários, exposição trará novidades tecnológicas em equipamentos de irrigação e demais maquinários agrícolas



Foto: Raquel Pinho.

Paracatu, cidade do noroeste mineiro que já era destaque nacional no setor de pecuária, nos últimos anos também vem se destacando na produção de grãos, especialmente soja, milho e feijão. Muito desse crescimento na agricultura se deu pelo avanço da rede de irrigação agrária do município. Dados de um estudo concluído em abril de 2021 pela Associação dos Produtores Rurais e Irrigantes do Noroeste de Minas (Irriganor) revelaram que a cidade é a maior do Brasil em irrigação por aspersão. São 71.702 hectares e 1.137 pivôs centrais.

Para potencializar essa vocação agrícola, a cidade realizará entre os dias 7 e 9 de setembro a primeira edição da AgroParacatu, exposição promovida pela Prefeitura Municipal e pela Associação dos Produtores Rurais e a Irriganor, com o apoio do Sebrae Minas. Ao longo desses três dias será oferecida aos produtores rurais da cidade e região uma extensa programação de atividades que incluem: rodadas de negócios, cursos do Senar e da Emater, Seminário Técnico sobre o Futuro do Agronegócio, feira de produtos da agricultura familiar, leilão da Agrounidas, palestras sobre diversos temas e Praça de Alimentação da Agricultura Familiar.

Entre as empresas já confirmadas para a exposição está a Pivot Equipamentos Agrícolas. “Para nós, o noroeste de Minas é uma região extremamente estratégica. Por isso estamos muito confiantes em participar desse evento, que retoma esses encontros presenciais com os produtores, encontros estes, que devido à pandemia, tiveram que ser suspensos ou ser realizados de forma online”, afirma Cauê Campos, CEO da Pivot. Líder nacional em sistemas de irrigação por pivô central, a empresa levará para a AgroParacatu as últimas novidades em equipamentos de irrigação, tratores da Case IH, colheitadeiras e vários outros equipamentos agrícolas.

O gerente de irrigação da Pivot, Silvio Dias, revela outros números que confirmam a importância de Paracatu para o mercado de irrigação agrícola e o sucesso da Pivot neste segmento. “Nos últimos anos, só a cidade de Paracatu registrou um crescimento médio entre 5% e 8% ao ano de sua área irrigada. A expectativa é de que esse número cresça ainda mais, pois só aqui nessa região do noroeste de Minas até o mês julho deste ano vendemos, em sistemas de irrigação e outros maquinários agrícolas, o equivalente ao que foi comercializado em todo o ano de 2020”, afirma.

A presidente da Irriganor, Rowena Betina Petroll, avalia como de grande importância a participação da Pivot nessa primeira edição da AgroParacatu. “Além de sua importância no cenário do agronegócio nacional, Paracatu está no meio de uma importante rota de acesso a três grandes capitais: Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro”, afirma.

Outra prova da crescente vocação econômica de Paracatu para a produção de grãos, é o anúncio de investimento feito em maio deste ano pela empresa DWG Agronegócio, que irá direcionar R$ 70 milhões para a implementação de um complexo agropecuário que contará com um posto de combustível, restaurante e lanchonete, estrutura para armazenamento de grãos (soja, milho, sorgo e feijão) e um distrito industrial. O empreendimento deve gerar cerca de 270 mil empregos diretos e indiretos.

A feira
De acordo com a líder ruralista, há um bom tempo a região noroeste de Minas carecia de uma feira agropecuária com um caráter mais técnico e voltada para a fomentação de negócios. “A prefeitura [de Paracatu] e nós da Irriganor já vínhamos percebendo a necessidade da realização de uma feira mais técnica. Já temos muitos eventos e exposições voltados para a questão dos rodeios e dos shows, mas nenhum com essa visão voltada para o aspecto mais técnico e com rodadas de negócios”, esclarece a produtora e empresária rural.

Conforme a presidente da Irriganor, a receptividade em relação a AgroParacatu foi tão grande que em menos de três dias todos os cerca de 40 estandes da feira foram comercializados. “Nós surpreendeu muito a enorme procura que tivemos, tanto que muitas empresas interessadas nos procuram depois que já havíamos fechado a contratação de todos os estandes”, comemora a presidente da Irriganor.

Postar um comentário

0 Comentários