Nova geração do agro impulsiona o processo de digitalização do setor

A evolução do agronegócio passa pela transformação digital do setor, realizada por meio da adoção de tecnologias na produção do campo, movimento que tem crescido cada vez mais no país.

Diante desse cenário, visando debater esse processo e o papel dos jovens nessa mudança, a terceira edição do Youth Agribusiness Movement International – YAMI reunirá, nos dias 25, 26 e 27 de outubro, representantes do setor e a sua nova geração, em Digital Experience, das 16h30 às 18h.

O painel Digital, que será promovido no primeiro dia do evento, contará com a moderação do diretor de Inovação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, Cleber Soares, será acompanhado pelo líder de Desenvolvimento de Negócios para a Climate /Bayer, Guilherme Belardo, pela diretora Global de Governança de marcas para Colheitadeiras e Governança Multimarcas para América do Sul, Roseane Campos, pela diretora de Marketing da Yara Brasil, Lucied Marques e pelo CEO da Orbia, Ivan Moreno.

A ideia é que o painel coloque em debate como a nova geração do agronegócio e o setor em si estão se preparando para a completa digitalização e agregação de valor atribuída ao segmento, reforçando a importância de se ter líderes preparados para orquestrar toda essa transformação.

Para o líder de Desenvolvimento de Negócios para a Climate /Bayer, Guilherme Belardo, o uso de dados e de novas tecnologias pode apoiar a agricultura a solucionar uma série desafios, que o setor e o mundo enfrentam atualmente, inclusive os desafios climáticos e a necessidade de produzir mais alimentos em uma mesma área, com otimização de insumos e recursos naturais.

“A transformação digital ganhou ainda mais velocidade e relevância nos últimos anos, principalmente com o avanço da pandemia. Tornou-se cada vez mais necessário apostar em novas formas de continuar produzindo e, no campo, o resultado foi uma maior adesão à digitalização pelo agricultor brasileiro, que já possui um perfil pioneiro na adoção de novas tecnologias”, destaca.

As mudanças ocasionadas pela pandemia, principalmente relacionadas aos hábitos dos consumidores, trouxe ao debate, em diversos setores da sociedade a necessidade de adotar tecnologias que auxiliem a adaptação e isso não é diferente para o agro.

“Nosso mercado sempre adotou tecnologia com muita rapidez, mas possuía uma característica específica de empregar soluções embarcadas nos produtos utilizados. Hoje esse cenário mudou, a adoção de tecnologia também se dá de maneira independente e o ambiente digital vem trazendo ganhos de produtividade e eficiência tanto em aspectos agronômicos como comerciais”, afirma o CEO da Orbia, Ivan Moreno.

Esse cenário de necessidade de transformação digital pode ser considerado fator determinante para o futuro do agronegócio, que depende da inovação e do investimento em tecnologia para aumentar a produtividade, reduzir custos para o produtor rural e contribuir para a sustentabilidade na lavoura.

“Estamos vivenciando a agricultura da era conectada, trabalhando com o suporte de maquinas tecnológicas, interligadas a sistemas inteligentes, que em tempo real leem os dados no campo e levam informações para ajudar o agricultor na tomada de decisão. Mas não podemos esquecer que não basta somente oferecer soluções tecnológicas inovadoras.  Ainda hoje, mais de 70% das propriedades rurais no Brasil não têm acesso à internet”, lembra a diretora Global de Governança de marcas para Colheitadeiras e Governança Multimarcas para América do Sul, Roseane Campos.

Com a presença cada vez maior da nova geração no setor, o YAMI traz ao debate, não só a digitalização no setor, mas também a preparação desses novos líderes para assumir papéis de importância no setor. “A importância do processo da digitalização para o crescimento dos resultados no campo é um tema que faz parte do DNA do nosso Congresso. Discutir o papel das tecnologias e como os jovens complementam esse movimento é um dos assuntos desse ano, principalmente, com os aprendizados e avanços alcançados no último ano pelo setor”, pontua a Show Manager do evento, Carolina Gama.

As inscrições para o 3º YAMI já estão abertas.  Quem se interessar por mais informações ou por garantir a participação no Youth Agribusiness Movement International – YAMI 2021 pode acessar o site: http://yamimovement.com.br.


Postar um comentário

0 Comentários