DEP Genômica em bovinos de corte auxilia criadores na acurácia de características de difícil mensuração e herdabilidade baixa




Pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, Marcos Yokoo, fala do trabalho de melhoramento da Fazenda Anamélia - Brangus HP

Quando estabelece um programa de melhoramento genético para gado de corte, o objetivo do criador é avaliar e mensurar as características de interesse econômico nos animais, para que se obtenha a predição dos valores genéticos desses atributos. Pensando nisso, a Agrícola Anamélia – Brangus HP passou a utilizar a DEP Genômica em 2021, buscando garantir ao seu rebanho maior acurácia e a aceleração no ganho genético na seleção dos seus animais.

Segundo o pesquisador da Embrapa Pecuária Sul e pós-doutor em Genética e Melhoramento Animal, Marcos Yokoo, em estudos preliminares verificou-se que, ao utilizar a DEP Genômica (DEPG – Diferença Esperada na Progênie com Auxílio da Genômica), o incremento na acurácia pode variar de 33% até 84%. Variação que é explicada devido às diferenças em cada tipo de programa, como por exemplo na sua população de animais.

“Quando o programa de avaliação genética é iniciado, há uma estimativa de determinada DEP e, quanto mais próximo for esse valor estimado em relação ao real, maior será o progresso genético obtido ao se utilizar essas informações na seleção. É isso que buscamos, errar menos na hora de escolher um reprodutor para disseminar o seu material genético. Dessa forma, mais rápido também será o avanço genético de um rebanho”, explica Yokoo.

Outro ganho que é possível se obter nos programas de avaliação genômica, segundo o pesquisador, são as características de difícil mensuração e herdabilidade baixa, como por exemplo: contagem de carrapatos (CARR), ovos por gramas de fezes (OPG), temperamento, consumo alimentar residual, maciez, capacidade de retenção de água (CRA) entre outras, que um rebanho comercial não teria a oportunidade de mensurar para ter uma DEP.

“A Brangus HP, ao começar a utilizar a DEP Genômica, trará esse benefício aos seus clientes. Sem essa avaliação genética de determinados atributos, seria difícil identificar características de difícil mensuração e de baixa herdabilidade, porque são de progresso genético lento. Com a genômica esse aperfeiçoamento tende a ser mais rápido, se comparado ao modo tradicional”, detalha.

O pesquisador conta ainda que a Embrapa Pecuária Sul tem um projeto muito grande de avaliação genética aprimorada pela genômica, em conjunto com a Associação Brasileira de Brangus, que no começo do ano lançou o primeiro Sumário Genômico do Brangus no Brasil. “Existem diversos touros Brangus bem ranqueados, tanto para características de carcaça como para as de difícil mensuração e a Brangus HP tem muitos animais presentes na edição, que é um ranking de índice econômico completo”, finaliza Yokoo.

Leilão Virtual Brangus HP

Com o know-how em realização de leilões desde 1997 e experiência de cinco anos no formato online, a edição deste ano do Leilão Virtual Brangus HP ofertará 200 reprodutores, entre machos e fêmeas da raça. A 6ª edição do Leilão Virtual será realizada no dia 25 de setembro, a partir das 14h, com frete grátis para toda a malha rodoviária brasileira.

Além dos reprodutores avaliados, o remate terá também a oferta de fêmeas registradas e com prenhez confirmada de embriões das mais destacadas doadoras, e pacotes de embriões. “Ofereceremos ao mercado o resultado de mais de 20 anos de melhoramento genético com animais que se adaptam muito bem de Norte a Sul do País em vários biomas”, afirma um dos diretores da Fazenda Anamélia - Brangus HP, em Martinópolis, interior de São Paulo, Ladislau Lancsarics Junior.

Postar um comentário

0 Comentários